segunda-feira, 12 de junho de 2017

TRABALHO ESCRAVO EM JACAREÍ APARIÇÕES - NOITE E DIA 24 HORAS DE ESCRAVIDÃO

Os postulantes deviam ter uma formação religiosa, que seja de forma herege, mas serem obrigados a trabalhar gratuitamente para este farsante é demais, ele acumula MILHÕES, e ainda suga seus seguidores, cade a família destes rapazes, um postulante não tem como regra trabalhos forçados e demais dia e noite, Marcos Tadeu pode contratar funcionários mas ele quer o lucro 100%, além de ludibriar os compradores, ele ludibria seus serviçais ao trabalho escravo. (ASA)

Certo postulante teve a perca de seu pai, o que marco disse, que o pai ganhou o "céu" por ele ser escravos de Marcos, trabalhando dia e noite ele ajudou o pai ter o "céu", ele nada ajudou na saúde do parente, e ainda prometeu que o mesmo teve o céu pelos seus trabalhos escravos. (ASA)


Denúncias ao Ministério Público do Trabalho: O Ministério Público do Trabalho tem a missão de defender os direitos coletivos/indisponíveis dos trabalhadores. Desse modo, a instituição não presta serviços de consultoria nem atua em defesa de direitos meramente individuais.
 
FAÇA SUA DENUNCIA ANONIMA:

Para formalizar sua denúncia, acesse o serviço clicando na procuradoria regional de referência conforme disposto abaixo. Se você tiver qualquer dúvida ou dificuldade, poderá fazer a sua denúncia pessoalmente. Para consultar os endereços das unidades do Ministério Público do Trabalho acesse a página de Procuradorias.

(
portal.mpt.mp.br/…/L2dBISEvZ0FBIS9…)

  ---- Denuncias trabalho Escravos
 
portal.mpt.mp.br/…/L2dBISEvZ0FBIS9…
http://portal.mpt.mp.br/wps/portal/portal_mpt/mpt/servicos/denuncias/

JACAREÍ APARIÇÕES NÃO TEM APROVAÇÃO DE SEU BISPO LOCAL. No Concílio de Trento ficou definido que o responsável por analisar e discernir sobre uma aparição seria o Bispo local. Em um dos itens de sua análise está "o ganho monetário não poder ser um motivo envolvido nos eventos" . Em 1978, a Congregação para a Doutrina da Fé publica um documento sobre revelações privadas e dentre vários conselhos adotados na investigação, novamente encontramos como fator negativo " uma busca óbvia de ganho monetário em relação ao fato". Dito isto, fica claro que Marquinhos descaradamente usa o Nome de Nossa Senhora para extorquir os poucos seguidores que restaram. Não se ama Nossa Senhora ou qualquer pessoa impondo ou ameaçando. Para rezar para Nossa Senhora não precisa de CD nenhum, até porque as mensagens contidas nele são de procedência duvidosa. Marquinhos considera, por exemplo, aparições condenadas pela Igreja como se fossem autênticas. Outra questão é o motivo da arrecadação do dinheiro dito por Marquinhos, a construção da Capela que "Nossa Senhora" pedira. Ora, em muitas aparições Nossa Senhora pede a construção de uma Capelinha. Acontece que para tal construção a Igreja precisa autorizar, pois não é só uma estrutura externa, mas o mais importante é o interior. O altar onde haverá a Missa, Sacrário etc. Tudo com a benção do Bispo e todo ritual necessário. Sem isso é só uma construção como qualquer outra. Nossa Senhora pede uma Capelinha para ali atrair as pessoas para seu Filho, Jesus no Sacrifício da Missa. Ora, Marquinhos não tem aprovação da Igreja e nunca terá. Logo, a construção em si não tem sentido algum. A construção, se um dia terminar, não terá muita diferença de um templo protestante: As pessoas se reúnem, falam heresias, metem o pau na Igreja Católica e não tem Missa. (André Santos)